BANNER-INTERNET-728-x-90.gif
Leia Também
  • Antonio Marcos Nunes

Índios ameaçados, torturados e mortos em aldeias de Porto Seguro


Policiais Militares estão fazendo ronda nas aldeias

Indígenas que moram em aldeias no município de Porto Seguro, estão sofrendo ameaças, sendo torturados, física e psicologicamente, e mortos por um traficante, segundo denúncia feita no site radar64.


Segundo o radar64, os crimes seriam atribuídos a um traficante que usa as matas no entorno das aldeias como esconderijo, por pelo menos dois anos. O site aponta que o modus operandi é sempre o mesmo, onde, duas pessoas em uma moto chegaram atirando e alvejando as vítimas. Na publicação o site fala que o alvo do traficante são as aldeias de Barra Velha, Boca da Mata, Pará e Xandó.


Moradores atribuem a um indivíduo de nome Rodrigo, os crimes e o terror nas comunidades indígenas. Ele seria descendente de índios e tem parentes em uma das aldeias. Ele seria fugitivo há 10 anos, pelo crime cometido contra uma mulher, que seria sua namorada e ele a matou em Coroa Vermelha, município de Santa Cruz Cabrália.


O site ainda fala em uma lista com indígenas ameaçados de morte, que saíram das aldeias, temendo pela própria vida, e em uma semana três pessoas morreram assassinadas; uma outra foi espancada e só não perdeu a vida, porque a arma do seu executor falhou. Lideranças das aldeiam são coagidas e, soldados do crime tocam o terror. Os marginais consomem drogas livremente nas aldeias e atiram com frequência para o alto, como forma de intimidação, impondo o toque de recolher nas aldeias.


Segundo o site radar64, as autoridades policiais já estão atuando para combater a criminalidade nas comunidades indígenas.