BANNER-INTERNET-728-x-90.gif
Leia Também
  • Antonio Marcos Nunes

Última Ficha - Candidatura de Cláudia Oliveira é natimorta


Ex-prefeita não tem chances de eleição e ainda corre grave risco de não ter registro deferido

A ex-prefeita de Porto Seguro, Cláudia Oliveira (PSD), postulante a uma cadeira na ALBA (Assembleia Legislativa da Bahia), joga suas últimas fichas nas eleições deste ano. Sem nenhuma chance de ser eleita, e ainda correndo risco de sequer ter registro da candidatura homologado pela justiça eleitoral, a candidata FRATERNA, deve ser sufocada num dos maiores mercado de votos da Costa do Descobrimento, Eunápolis, pelos nomes apresentados pela prefeita, Cordélia Torres.


Protagonista do maior escândalo de corrupção do Brasil e alvo de Operações Policiais feitas pela PF, a ex-prefeita, junto com o marido, ex-prefeito de Eunápolis, respondem pelo desvio de verbas nos municípios que governaram, ela em Porto Seguro e o marido em Eunápolis, somando cifras astronômicas, no montante que vai além de 200 milhões de reais.


A candidatura da FRATERNA, Cláudia Oliveira, é vista como um ato desesperado em busca de um mandato, não para atender o anseio da população, mas, para resolver seus problemas junto com a justiça. Sem nenhuma chance de sagrar-se vitoriosa, a aliada do governador, Rui Costa (PT), está no fio da navalha, ou seja, deve perder a eleição em dose dupla, afinal, Jerônimo não é o herói do sertão...