BANNER-INTERNET-728-x-90.gif
Leia Também
  • Antonio Marcos Nunes

A árdua tarefa de governar "diferente" a cidade de Eunápolis, a queda da côrte


Não tem sido nada fácil para a prefeita Cordélia Torres (DEM) implantar uma nova mentalidade política no seio administrativo da cidade, tudo por conta das noções de gestão de um passado recente, em que a máquina pública mais parecia uma côrte, onde tinha um rei com seus apaniguados, e a plebe que amargava fora do castelo das Oliveiras as agruras de um reino do mal. A mudança no formato e a quebra de um sistema montado para servir a uma única pessoa, vem assustando os velhos costumes e azedando velhas bocas que viviam no melado ao sabor do mel.

Não será tarefa fácil para a prefeita democrata Cordélia Torres na sua missão de reestruturação da governança em devolver a democracia para o poder municipal, que antes era de um monarca e seus "escolhidos", mas, desafio aceito, a gestora vem atuando forte no seu compromisso com Eunápolis, afinal, o rei foi deposto e com ele sua côrte!