BANNER-INTERNET-728-x-90.gif
Leia Também
  • Antonio Marcos Nunes

Adélio Bispo, o homem que tentou matar Bolsonaro pode ficar livre


O homem que tentou matar o então candidato a presidente da República, Jair Bolsonaro, poderá ficar livre da prisão. Adélio Bispo, o autor da facada que quase matou Bolsonaro, na cidade de Juiz de Fora/MG, durante a campanha presidencial de 2018, foi condenado em 12 de julho de 2019, no entanto a condenação do réu prevê uma perícia médica em 03 anos, após a condenação, período que acaba em 12 de julho deste ano, em razão de sua sentença condenatória considerar que Adélio foi diagnosticado, em 2019, com transtorno delirante permanente paranoide, o que não permite a punição criminal.


O réu passará por uma nova perícia e se esta o considerar após a avaliação médica que ele não representa nenhum risco para a sociedade, será solto, apesar da tentativa de matar aquele que seria eleito presidente da República, Jair Bolsonaro - É a lei.