top of page
  • Foto do escritorRedação

Brasil| Advogada e clientes são mortos após sair de delegacia


Uma advogada e o cliente dela - suspeito de participar do assassinato de um vaqueiro de 19 anos no domingo (28) - foram mortos a tiros na tarde desta terça-feira (30) na saída da delegacia da cidade de Santo Antônio, na Região Agreste do Rio Grande do Norte.


As vítimas foram a advogada Brenda dos Santos Oliveira, de 26 anos, e Janielson Nunes de Lima, de 25, apelidado como "Gordinho da Batata", que era investigado pela Polícia Civil.



Advogada Brenda e cliente dela, Gordinho da Batata, suspeito de matar vaqueiro, foram mortos a tiros — Foto: Divulgação


Os dois foram assassinados dentro de um carro no Centro da cidade, cerca de 600 metros distante da delegacia de onde haviam acabado de sair.

De acordo com a Polícia Militar, Brenda e Janielson foram alvos de diversos tiros e, em seguida, o carro em que estavam colidiu com um ônibus na pista. A advogada e o cliente, atingidos pelos disparos, morreram na hora, e os suspeitos fugiram.


Gordinho da Batata havia sido detido pela Polícia Militar na cidade de Arez nesta terça-feira e foi conduzido até a Delegacia de Santo Antônio, que fica distante cerca de 30 quilômetros.


O suspeito acabou liberado, por não existir mandado de prisão contra ele e nem flagrante vigente pelo crime do qual era suspeito, explicou a Polícia Civil.

Comments


NOS ACOMPANHE E NOS SIGA NAS REDES SOCIAIS

  • Instagram
  • Facebook
  • X
  • TikTok
  • Youtube
  • Soundcloud
  • Whatsapp
  • Telegram

Role para baixo e veja mais notícias

Todos os temas tratados neste veículo de comunicação, mesmo conteúdos que expressam opinião, são obedientes ao critério jornalístico relacionado a fatos e acontecimentos, dentro do direito à liberdade de expressão, assegurado na Constituição Federal do Brasil, sem qualquer intenção ou motivação pessoal de agredir pessoa alguma, tão somente expressar de forma legítima o DIREITO de opinar sobre fatos verídicos e acontecimentos reais, no amplo exercício de um jornalismo livre e plural.

 

Antonio Marcos Nunes dos Santos

Jornalista - Registro 0006829/BA  

00_edited.jpg
728x180-min.gif
PC CA.png
bottom of page