Leia Também
  • cdn24horas

Bahia - Dilúvio deixa várias cidades em estado de calamidade, "muita gente sofrendo"


Vista aérea de Itabuna

A intensidade das chuvas que se precipitam sobre o Estado da Bahia e norte de Minas Gerais tem arrasado várias cidades. Enchentes de rios, rompimento de barragens, estradas destruídas e, um número incontável de vítimas, que perderam tudo que tinham, com desabamento de casas e com a enxurrada ou o alamento, levando móveis, objetos de valor e documentos. Já chegam a 18 mortes na Bahia provocadas pelas chuvas, ainda, cerca de 19 mil desalojados e 16 mil desabrigados, com 72 municípios em situação de emergência.

Itabuna - Uma das cidades atingidas. Enchente do Rio Cachoeira alagou vários bairros

Famílias perderam tudo que construíram a vida toda e agora estão precisando de ajuda humanitária. O governo federal tem mandado para a região cestas básicas, água potável e colocado o exército para auxiliar nas áreas afetadas, além de destinar verbas emergências para as cidades atingidas. O presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro, João Roma, já sobrevoaram vários municípios que estão vivendo a dura realidade da catástrofe climática.

Presidente Bolsonaro ao lado do ministro João Roma e equipe em voo sobre áreas atingidas por chuvas na Bahia

A força da natureza vem devastando a Bahia, principalmente o Sul e o Extremo Sul, registrando o maior dano natural de todas as épocas, deixando um rastro de destruição sem precedentes. Várias frentes de atuação humanitária estão enviando donativos para a Bahia, com alimentos, roupas e produtos de higiene pessoal e limpeza.


Vídeos de internautas: