Leia Também
  • cdn24horas

Barbárie - Padrasto é preso acusado de matar decapitada enteada de um ano e quatro meses


A Polícia Civil paulista decretou, ontem (14/10), a prisão temporária de Diogo da Silva Leite, que confessou ter degolado e matado a enteada de 1 ano e quatro meses, no interior de São Paulo.


A família é moradora de Pindamonhangaba (SP).  Ele saiu com a criança para marcar uma consulta médica para um dos irmãos, na última terça-feira (13/10). Então, se dirigiu de bicicleta ao município vizinho de Taubaté pela rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro. Em uma mata, cometeu o crime.