BANNER-INTERNET-728-x-90.gif
Leia Também
  • Antonio Marcos Nunes

Belmonte derrete com gestão do irmão de Jânio Natal, câmara deve assumir meia-culpa


Com campanha popular cada vez maior contra a reeleição dos atuais vereadores do município, ficará difícil a vida dos detentores de mandato no legislativo belmontense, mesmo com a manobra da articulação que resultou no surgimento do grupão, unindo janista e iedista numa mesma barca.


Os atuais vereadores foram coniventes com a derrocada em todo município e mostraram que a atual legislatura pode ser considerada a mais inoperante da história, onde velhas raposas e novatos imbecilizados pelo poder encalharam no dever de representar o povo e agora estão afundando num mar de desprezo popular. Em Santa Maria Eterna a vereadora Nalva já está sucumbida igual aos vereadores de Barrolândia, Armando, Dudu (você é meu!) e Keké.


Na sede, o caos é total, a turma toda está sem expectativas, afinal bons nomes estão surgindo para ocupar vagas como a do vereador Rogério Bahia, que não soube usar o mandato como representante da sua categoria, dos educadores, antes o que se vê é uma humilhante situação dos profissionais da área, onde o citado edil ocupou até pouco tempo atrás o cargo de secretário da educação, sem dizer a que veio, depois voltando ao mandato ao estilo 'não fez nada'. Pois bem, que o bom senso seja o norte do povo belmontense, e que respondam nas urnas a esta câmara que viveu um mandato de joelhos, pífio e amarelado.