top of page
  • Foto do escritorRedação

Com paralisação nas prefeituras escolas da rede pública municipal estarão fechadas

Serão 3 dias sem aulas nas escolas públicas municipais

escola vazia com carteiras

Escolas estarão fechadas nesta quarta-feira, dia 30, na quinta 31 de agosto e sexta 01 de setembro, em decorrência da paralisação das prefeituras. O manifesto dos gestores municipais que fecharão amanhã toda estrutura administrativa (exceto serviços essências, como hospitais e limpeza pública) das cidades é fruto da insatisfação dos prefeitos com o corte de verbas destinadas a educação, saúde e outras áreas da atividade orgânica municipal.


O protesto dos prefeitos aponta para a crise que o governo Lula lançou os municípios, com cortes que sangram as finanças municipais e deixa em colapso a gestão em cidades de pequeno e médio porte em todo país, sobretudo os municípios nordestinos.


O prefeito de Itabela, cidade baiana do Extremo Sul do estado, Luciano Francisqueto, foi o primeiro prefeito em todo país a encorajar seus colegas a encamparem a luta pela defesa das cidade diante dos cortes promovidos pelo governo federal. Francisqueto em áudio enviado a outros prefeitos de um grupo de aplicativo de mensagem disse o que já se previa e pediu a união de todos para buscar providências diante da falência das prefeituras com o corte de verbas federais.


Além das escolas municipais, postos de saúde não deverão funcionar, atendimento em vários órgãos públicos, como secretarias também não terão atendimento.


Além de em quase todo país, a paralisação atinge todas as cidade do Extremo Sul baiano.

Comments


NOS ACOMPANHE E NOS SIGA NAS REDES SOCIAIS

  • Instagram
  • Facebook
  • X
  • TikTok
  • Youtube
  • Soundcloud
  • Whatsapp
  • Telegram

Role para baixo e veja mais notícias

Todos os temas tratados neste veículo de comunicação, mesmo conteúdos que expressam opinião, são obedientes ao critério jornalístico relacionado a fatos e acontecimentos, dentro do direito à liberdade de expressão, assegurado na Constituição Federal do Brasil, sem qualquer intenção ou motivação pessoal de agredir pessoa alguma, tão somente expressar de forma legítima o DIREITO de opinar sobre fatos verídicos e acontecimentos reais, no amplo exercício de um jornalismo livre e plural.

 

Antonio Marcos Nunes dos Santos

Jornalista - Registro 0006829/BA  

00_edited.jpg
728x180-min.gif
PC CA.png
bottom of page