top of page

NOS ACOMPANHE E NOS SIGA NAS REDES SOCIAIS

  • Instagram
  • Facebook
  • X
  • TikTok
  • Youtube
  • Soundcloud
  • Whatsapp
  • Telegram
  • Foto do escritorAntonio Marcos Nunes

Criminalidade assola a Bahia e Estado já vive com a realidade do poder paralelo


arma, dinheiro e drogas

A inegável perda de território pelo Estado da Bahia para o poder paralelo dominado pelo crime organizado, sobretudo com ancoragem de organizações criminosas letais, como o CV, PCC e outras que chegaram a terra de todos os santos, não pela baianidade nagô da banda mel; não pelo azul do mar e suas belas praias e tradições, mas sim trazendo a escalada histórica de uma violência sem trégua com crimes bárbaros ligados ao tráfico de drogas sendo contabilizados a cada minuto em toda Bahia.


As autoridades relutam em admitir que o poder paralelo domina áreas sob controle de facções criminosas, tanto na capital, quanto no interior. Comunidades, bairros, distritos e povoados, estão dentro da zona do medo, onde o que prevalece é a lei do silêncio.




Comentarios


Role para baixo e veja mais notícias

Todos os temas tratados neste veículo de comunicação, mesmo conteúdos que expressam opinião, são obedientes ao critério jornalístico relacionado a fatos e acontecimentos, dentro do direito à liberdade de expressão, assegurado na Constituição Federal do Brasil, sem qualquer intenção ou motivação pessoal de agredir pessoa alguma, tão somente expressar de forma legítima o DIREITO de opinar sobre fatos verídicos e acontecimentos reais, no amplo exercício de um jornalismo livre e plural.

 

Antonio Marcos Nunes dos Santos

Jornalista - Registro 0006829/BA  

00_edited.jpg
PC CA.png
bottom of page