top of page

NOS ACOMPANHE E NOS SIGA NAS REDES SOCIAIS

  • Instagram
  • Facebook
  • X
  • TikTok
  • Youtube
  • Soundcloud
  • Whatsapp
  • Telegram
  • Foto do escritorAntonio Marcos Nunes

Desacreditado politicamente Agnelo tenta pongar de carona na visita de Ronaldo Fenômeno

Com grupo político totalmente esfacelado, e com expectativa que a coisa fique pior ainda, só resta a Agnelo fazer o que pode, afinal o desgaste que está enfrentado com o final de seu mandato tem sido estratosférico, levando sua rejeição a índices alarmantes. Há quem diga que por trás dos tropeços políticos de Agnelo Santos exista uma sombria orientação vinda de uma voz que lhe sopra aos ouvidos, em exposto, o prefeito cabraliense estaria sendo orientado por um velho conhecido dos bastidores sombrios da política regional, (Porto Seguro que o diga) que tornou-se seu 'articulador-mor'.

Pois bem, vamos lá...

A última de Agnelo foi ir em Santo André, lá na abandonada Orla Norte de Cabrália, pegar carona na estadia de final de ano do ex-atleta, Ronaldo Fenômeno para ver se a "ponga" levaria a algum lugar, mas o prefeito se esquece que enquanto ele tira fotozinhas, a 'ponte-do-rio que cai' bem no coração da cidade está lá desde abril de 2023 - vergonhosamente há quase um ano, além do trecho urbano destruído na Rua Vitória, frente a Igreja Shekinah, conhecido como "buraco de Arlete", e, ainda a Avenida Almirante Tamandaré quase interditada no centrão de Cabrália nas imediações da agência da Caixa Econômica federal, além de outras áreas que sofreram com a destruição das chuvas de abril de 2023, a exemplo do sofrido povo do bairro Capitão Luiz de Matos (Sapolândia) - Vai lá prefeito tirar umas fotozinhas...


Um conselho: "Cuidado com as vozes que lhes sopra aos ouvidos!! Quem avisa amigo é..."

Comments


Role para baixo e veja mais notícias

Todos os temas tratados neste veículo de comunicação, mesmo conteúdos que expressam opinião, são obedientes ao critério jornalístico relacionado a fatos e acontecimentos, dentro do direito à liberdade de expressão, assegurado na Constituição Federal do Brasil, sem qualquer intenção ou motivação pessoal de agredir pessoa alguma, tão somente expressar de forma legítima o DIREITO de opinar sobre fatos verídicos e acontecimentos reais, no amplo exercício de um jornalismo livre e plural.

 

Antonio Marcos Nunes dos Santos

Jornalista - Registro 0006829/BA  

00_edited.jpg
PC CA.png
bottom of page