BANNER-INTERNET-728-x-90.gif
Leia Também
  • Antonio Marcos Nunes

Economia do Estado da Bahia será implodida com quarentena, quebradeira e falências


A pandemia do coronavírus é séria e a doença mortal, e exige das autoridades ações eficazes para lutar contra um inimigo que não se vê. O grande dilema são as ações que visam simplesmente fazerem de um grave problema de saúde pública o "cavalo-de-batalha" e "cabo-de-guerra" entre gestores da coisa pública, submetendo a sociedade num todo ao egoísmo de seus líderes. O Estado da Bahia, com o petista Rui Costa, adversário declarado do governo federal, deverá já no segundo semestre ver a economia do Estado que governa derreter e as contas públicas não fecharem, e, despesas correntes ficarem no vermelho, sacrificando servidores públicos que sofrerão com atrasos em seus salários, além de convênios que deverão ser suspensos, enfim, o cenário não será dos melhores, afinal este é o preço da quarentena. O efeito cascata se seguirá pelos municípios, deixando cidades na quebradeira e comércios falidos e um exército de desempregados sem saber a quem recorrer.

  • Cinza ícone do YouTube