BANNER-INTERNET-728-x-90.gif
Leia Também
  • Antonio Marcos Nunes

Enlameada, política de Cabrália só vê saída em candidatos independentes


Sem espaço político, nem prestígio e abandonado pela legenda que foi prefeito por dois mandatos em Cabrália, (o PT), o ex prefeito Jorge Pontes usa seu 'poste' político, o sindicalista Viola para poder tentar voltar ao poder.


Hoje no PSB, o abandonado Jorge Pontes, camuflado na candidatura de Viola, acreditou que poderia ser candidato, mas sua vida pregressa e seu ambiente político de rejeição popular, o fez declinar da ideia e, assim empolgar Viola, sindicalista no interior de São Paulo, sendo Pontes a mente intelectual da candidatura do pretenso Viola; Viola que tem de absorver a gigantesca rejeição do seu padrinho político e fazer malabarismo numa candidatura natimorta.


O ambiente eleitoral para este ano em Santa Cruz Cabrália, está em vias de fato, assistindo de camarote o jogo de cenas de personagens que vive a crise da falta de credibilidade, onde, além do 'poste' de Jorge Pontes, aparecem também o ex prefeito Bahiano, dando uma de 'Maria arrependida', tentando promover um apagão na memória do povo para quem sabe voltar ao poder; em outro fronte o atual prefeito, Agnelo Santos, conhecido colecionador de processos e inelegível, com condenação em segunda instância, tenta permanecer no poder, mesmo tendo consciência que não está apto para concorrer, engana seu grupo.


No entanto, as eleições municipais na cidade de Cabrália, tem seu fôlego de esperança em nomes independentes que concorrem ao cargo de prefeito sem arestas com o passado, nem manchas no presente, são eles: Loredano Junior; Capitão Apolinário e o juiz Marcos Almeida. Basta apenas os eleitores cabralienses dá um BASTA ao jogo de cena!