BANNER-INTERNET-728-x-90.gif
Leia Também
  • Antonio Marcos Nunes

Eunápolis - As mínimas chances de Robério se esgotam a cada dia, só resta sair à francesa


Um verdadeiro 'apagão' político é vivido pelo prefeito Robério Oliveira e seu grupo, que, atordoados, não encontram uma saída diante da rejeição do ex todo-poderoso da região. Embora os sucessivos escândalos de corrupção, o gestor de Eunápolis ainda não se deu conta que seu mercado político se resume aos apaniguados do poder, a turma do 'cordão dos puxa-saco'. Robério vive sua iminente falência política; os fatos dizem por si só, basta olhar seu esvaziamento político; sua palidez moral; seu sorriso desbotado e sua desorientada e cambaleante governança na cidade que o ascendeu para a vida pública. Agora em 2020, com as eleições municipais ancoradas em fatos que desabonam a reeleição do ex todo-poderoso, Robério deve assistir o melancólico desfecho de seu próprio filme, tendo no roteiro final sua saída à francesa, afinal, 2021 espera novos protagonistas.