top of page
  • Foto do escritorRedação

Eunápolis - Atendimento deficitário nos postos de saúde sobrecarrega Hospital Regional



Muitos dos problemas enfrentados pelo Hospital Regional de Eunápolis tem sua origem nos postos de saúde, quando não ofertam a população uma saúde básica eficiente, que seja capaz de evitar a fuga de usuários para ter atendimento no Hospital.


 

O Hospital Regional recebe um grande fluxo das demandas em saúde que poderiam ser dizimadas na atenção básica, mas esbarra na inoperância do sistema, na falta de uma política pública capaz de promover no início da cadeia de atendimento, saúde pública de qualidade e eficiência. O cidadão e a cidadã do município de Eunápolis vive o drama de buscar saúde nos postos e ficar meses numa fila a espera de ter dignidade para realizar procedimentos que se arrastam por meses intermináveis sem uma solução, precisando em muitos casos da intervenção da mídia para na publicidade negativa vir a solução.


 

A gestão de Eunápolis que sempre discursou a humanização, deveria em tese, fazer o dever de casa e sair do discurso para a prática, dando a quem precisa o primeiro atendimento condignamente, evitando assim, a sobrecarga no principal equipamento público municipal de saúde da região, o HRE.


 

Mas, como é sempre dito: "O que falta é apenas gestão!"

1 comentario


Daniel de Jesus Oficial
Daniel de Jesus Oficial
07 feb 2023

Bom dia tudo bem com vocês ótima terça. Eu falei que os postos de saúde precisar urgentemente de uma melhoria se o hospital regional precisar os posto de saúde precisar muito mais, se melhora-se os postos de saúde não precisaria ninguém ir para o regional uma boa seria que a UPA do Juca rosa funcionasse.

Me gusta

NOS ACOMPANHE E NOS SIGA NAS REDES SOCIAIS

  • Instagram
  • Facebook
  • X
  • TikTok
  • Youtube
  • Soundcloud
  • Whatsapp
  • Telegram

Role para baixo e veja mais notícias

Todos os temas tratados neste veículo de comunicação, mesmo conteúdos que expressam opinião, são obedientes ao critério jornalístico relacionado a fatos e acontecimentos, dentro do direito à liberdade de expressão, assegurado na Constituição Federal do Brasil, sem qualquer intenção ou motivação pessoal de agredir pessoa alguma, tão somente expressar de forma legítima o DIREITO de opinar sobre fatos verídicos e acontecimentos reais, no amplo exercício de um jornalismo livre e plural.

 

Antonio Marcos Nunes dos Santos

Jornalista - Registro 0006829/BA  

00_edited.jpg
IMG_6502.gif
PC CA.png
bottom of page