Leia Também
  • cdn24horas

Eunápolis - Onze vereadores e um segredo, ou não

Atualizado: 25 de jan. de 2021


Na legislatura de Eunápolis, sabe-se Deus idealizado por quem, inaugurou um grupo dentro da câmara de vereadores, que está sendo chamado de -os onze- grupo inclusive que já foi chamado por um site da cidade, de certa forma, de "negociadores de vantagens", ao insinuar que a turma quer "benefícios" em troca da aprovação da reforma administrativa que emperrou na casa de leis. A matéria, intitulada (Vereadores da nova política criam grupo para pressionar a prefeita Cordélia), leva o leitor a crer que os vereadores da turma dos onze foram eleitos com um discurso e agora estão agindo à base da pressão para ter algum tipo de "benefício" com a gestora. A publicação pode azedar ainda mais a relação do legislativo com o executivo, afinal, sugestionar tal situação usando o termo "boca miúda" leva a crer que já existe comentários sobre a idoneidade da atual vereança sem nem mesmo ela começar. Pois bem, agora vamos analisar friamente os fatos; esse é o papel da legislatura, analisar, olhar atentamente e discutir o tema até que se chegue a um consenso. É tudo muito cedo para se responsabilizar, tanto o executivo, quanto o legislativo; o momento inspira jogar água na fervura e recolher os gravetos que querem lançar ao fogo, em resumo, o que deve está faltando é articulação, alguém que conheça de política, enfim, este parece ser apenas o primeiro capítulo tumultuado de muitos que poderão, ou, não ainda vir pela frente. Fica visível e cada vez mais evidente a falta do principal ingrediente na governança eunapolitana, o diálogo.