top of page
CDN 24H 300X250.png
  • Foto do escritorRedação

Eunápolis - Vereadores derrubam proposta do Executivo de 100% para remanejamento de recursos

Atualizado: 15 de dez. de 2022

A câmara Municipal de Vereadores de Eunápolis puxou literalmente o freio de mão do executivo municipal em nome do controle orçamentário.


Presidente da câmara, Jorge Maecio, e os vereadores. Pedro Queiroz e Renato Bromochenkel falaram ao cdn24horas.com

 

Na sessão da manhã desta quinta-feira (15), a Câmara Municipal de Vereadores de Eunápolis derrubou a proposta do executivo municipal que pedia 100% para remanejar recursos públicos como bem entendesse entra as pasta. A câmara concedeu apenas 10%.


O que significa isso

Na prática, os edis mostraram, em tese, que os valores deve ter consulta na Casa de Leis para então ser liberado possíveis remanejamentos. É bom que se entenda que uma das atribuições do legislativo é justamente ter ciência prévia das ações da gestão no que tange aos recursos orçamentários, primando pela transparência, legalidade e boa aplicação dos dinheiro público.


Ao conceder os 10%, os pares da câmara deram um sinal positivo para a sociedade e enviou um recado para a gestão que não aceitam o "tudo pode", sem antes ouvir e considerar a importância dos vereadores na governabilidade.



Taxa do Lixo

Na mesma sessão foi retirada da pauta, o projeto de taxação do Lixo, que designa para o contribuinte municipal pagar pela coleta do lixo urbano.

A líder do governa na Câmara, a vereadora Carmen Lúcia, foi a tribuna e leu uma mensagem da gestora da cidade, onde a edil confirmou a declínio da gestão na tramitação do projeto que taxa a coleta do lixo.

Vereadores atribuem o declínio do governo a certeza que a Casa de Leis não aprovaria, diante da realidade vivida pela maioria dos moradores, sobretudo os mais pobres que vivem na periferia.

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube

Nos siga nas redes sociais.
Curta, comente e compartilhe!

Role para baixo e veja abaixo mais notícias

Todos os temas tratados neste veículo de comunicação, mesmo conteúdos que expressam opinião, são obedientes ao critério jornalístico relacionado a fatos e acontecimentos, dentro do direito à liberdade de expressão, assegurado na Constituição Federal do Brasil, sem qualquer intenção ou motivação pessoal de agredir pessoa alguma, tão somente expressar de forma legítima o DIREITO de opinar sobre fatos verídicos e acontecimentos reais, no amplo exercício de um jornalismo livre e plural.

 

Antonio Marcos Nunes dos Santos

Jornalista - Registro 0006829/BA  

00.JPG
728x90-min.gif
Veja Também
PC CA.png
bottom of page