top of page
  • Foto do escritorRedação

Homem é espancado após ser flagrado estuprando sobrinha de 11 anos


Imagem ilustrativa

Aos 57 anos, um homem foi preso em flagrante após suspeita de estuprar a afilhada de 11 anos no município de Itapoá, situado no Litoral Norte de Santa Catarina. A princípio, os familiares flagraram o ato, na última segunda-feira (20), e, como medida para intervir na situação, espancaram o homem, de acordo com informações divulgadas pela Polícia Civil ao portal g1.


Do mesmo modo, o homem também é suspeito de abusar sexualmente de outra afilhada da mesma idade. Conforme relatou o delegado Eduardo Defaveri, nesta terça-feira (21), a Justiça já aceitou o pedido de prisão preventiva. Nesse sentido, a investigação também constatou que o suspeito realizava videochamadas com as vítimas e solicitava vídeos de cunho sexual para elas.

Ainda segundo a publicação, o homem viveu uma relação de casado com por 22 anos com uma tia das meninas. Depois desse período, o casal havia se separado, e o homem estava residindo em Laguna, no Sul do estado. Contudo, o delegado relata, no entanto, que o suspeito pediu para passar o Carnaval ao lado dos familiares da ex-companheira, em Itapoá.


Em seguida, na tarde de segunda, a ex-sogra do homem o flagrou se masturbando em frente a uma das vítimas. Sendo assim, ela chamou os familiares que estavam na casa e, após uma discussão, o homem tentou agredir outras pessoas que estavam no local.

Somente após que os vizinhos entraram na briga ao ouvir o nome do homem sendo chamado de “estuprador”, a Polícia Militar foi acionada.


Por bnews

Comments


NOS ACOMPANHE E NOS SIGA NAS REDES SOCIAIS

  • Instagram
  • Facebook
  • X
  • TikTok
  • Youtube
  • Soundcloud
  • Whatsapp
  • Telegram

Role para baixo e veja mais notícias

Todos os temas tratados neste veículo de comunicação, mesmo conteúdos que expressam opinião, são obedientes ao critério jornalístico relacionado a fatos e acontecimentos, dentro do direito à liberdade de expressão, assegurado na Constituição Federal do Brasil, sem qualquer intenção ou motivação pessoal de agredir pessoa alguma, tão somente expressar de forma legítima o DIREITO de opinar sobre fatos verídicos e acontecimentos reais, no amplo exercício de um jornalismo livre e plural.

 

Antonio Marcos Nunes dos Santos

Jornalista - Registro 0006829/BA  

00_edited.jpg
IMG_6502.gif
PC CA.png
bottom of page