BANNER-INTERNET-728-x-90.gif
Leia Também
  • Antonio Marcos Nunes

Mortes Violentas em Eunápolis reflete insegurança pública do governo Rui Costa


Insegurança na Bahia, vai da capital ao interior

A Bahia segue campeã em mortes violentas, título ostentado nos governos petista que administra o estado há 16 anos. A cidade de Eunápolis, tem registrado nos últimos dias várias mortes violentas, em consequência da guerra pelo controle do tráfico de drogas na cidade e, da falta de uma política séria do governo baiano para a segurança pública.


Embora o esforço dos comandantes das forças de segurança, que diga-se, não têm efetivo de policiais suficiente para garantir a paz social, daí a ciranda da morte torna-se uma realidade em todo estado, com registros diários de mortes com requinte de crueldade, praticadas na sua esmagadora maioria pelo tráfico de drogas, tornando a vida dos baianos no território do medo, com comunidades sendo controladas pelo poder paralelo, à margem da lei, sob a tutela do crime.


O que vem acontecendo nos últimos dias em Eunápolis e na maioria das cidades do estado, reflete o abandono do governo Rui Costa a uma política séria e eficiente de enfrentamento ao mundo do crime; falta de investimento em educação; falta de oportunidade para os jovens; falta de políticas sociais eficazes, enfim, a violência é fruto da falta da presença do Estado. Mas quem paga a conta são os municípios.