top of page

NOS ACOMPANHE E NOS SIGA NAS REDES SOCIAIS

  • Instagram
  • Facebook
  • X
  • TikTok
  • Youtube
  • Soundcloud
  • Whatsapp
  • Telegram
  • Foto do escritorRedação

Movimento de Defesa de Cabrália promoveu reunião com empresários e microempreendedores


pessoas reunidas
Empresários e microempreendedores se reuniram para debater questões referentes a economia e ao turismo de Santa Cruz Cabrália nesta última sexta-feira (20)

O Movimento de Defesa de Cabrália, também conhecido como MDC, realizou mais uma ação no sentido de formar grupos dos mais variados setores da sociedade nesta última sexta-feira (20). O grupo reuniu empreendedores, empresários e micro empreendedores em uma reunião em Coroa Vermelha. De acordo com o movimento, o intuito era debater o futuro de Cabrália com foco em soerguer a economia local e alavancar o turismo.

De acordo com Aziz Ramos, presidente do MDC, Cabrália tem tudo para se tornar referência nacional. “Temos um marco histórico em nosso município, natureza belíssima e abundante, identidade própria. A população precisa se unir para cobrar uma administração transparente e compromissada com as mais variadas pautas. Só é preciso boa vontade para transformar Cabrália em uma cidade modelo”, afirmou Aziz. O evento aconteceu no Espaço Katespero, em Coroa Vermelha. Na oportunidade foram ouvidos empresários e micro empreendedores. Cada um compartilhou as dificuldades que vêm enfrentando em relação aos seus negócios, como falta de divulgação da cidade no cenário turístico, falta de pavimentação nas ruas, falta de segurança e saúde.

O Movimento de Defesa de Cabrália vem formando grupos de trabalho nos diversos setores como cultura, empresariado, esporte, etc, com objetivo de cobrar e pautar ações do poder público municipal. A participação social é uma das bandeiras do movimento.


Release MDC





Comments


Role para baixo e veja mais notícias

Todos os temas tratados neste veículo de comunicação, mesmo conteúdos que expressam opinião, são obedientes ao critério jornalístico relacionado a fatos e acontecimentos, dentro do direito à liberdade de expressão, assegurado na Constituição Federal do Brasil, sem qualquer intenção ou motivação pessoal de agredir pessoa alguma, tão somente expressar de forma legítima o DIREITO de opinar sobre fatos verídicos e acontecimentos reais, no amplo exercício de um jornalismo livre e plural.

 

Antonio Marcos Nunes dos Santos

Jornalista - Registro 0006829/BA  

00_edited.jpg
PC CA.png
bottom of page