top of page
  • Foto do escritorRedação

Negócio de Família| Rui Costa deve emplacar a esposa enfermeira como conselheira do TCM


Aline é enfermeira de formação e deve ser a nova conselheira do TCM

O burburinho entorno do nome da ex-primeira dama da Bahia, Aline Peixoto, esposa do ex-governador e agora Secretário da Casa Civil do governo Lula, Rui Costa (PT), é resultado da movimentação de Costa na Assembleia Legislativa estadual para tornar a esposa, enfermeira de formação, conselheira do Tribunal de Contas dos Municípios, assumindo a vaga deixada por Raimundo Moreira que se aposenta da função pública.


O cargo de Conselheiro de Contas dos Municípios é vitalício e tem um salário de 42 Mil Reais, e caso se confirme, a esposa de Rui Costa será a primeira enfermeira a ocupar o cargo de Conselheira do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia, função contábil, responsável pela análise das contas das prefeituras e das Câmaras de vereadores do Estado da Bahia.


A estimativa é que a enfermeira e esposa de Rui Costa, Aline Peixoto, de fato seja eleita a nova conselheira do TCM; nos bastidores estima-se que ela já conte com 37 votos dos deputados estaduais e, todo alinhamento e aparato político para sua condução ao cargo vitalício de conselheira de contas, a ser definido depois de sabatinada na ALBA pelos deputados na manhã da próxima terça-feira, dia 14, e já na tarde do mesmo dia, haverá a eleição que deverá definir a esposa de Costa a primeira enfermeira conselheira do TCM, inviabilizando qualquer outro nome.


Ressalta-se que, Aline Peixoto, nunca foi eleita a qualquer cargo público, tendo atuado tão somente em voluntariado ao lado do marido em Ações Sociais do governo baiano, à época que foi governador de 2015 a 2022.



Outros Casos - Indicação de esposa para Tribunais de Contas já é caso curriqueiro entre ministros de Lula


Caso a indicação de Aline Peixoto ao cargo seja concretizada, Rui Costa será o quarto ministro do presidente Lula que terá a esposa ocupando um assento em Tribunais de Contas estaduais.


Em dezembro, Renata Calheiros, mulher do ministro dos Transportes Renan Filho (MDB), foi eleita pelos deputados estaduais a nova conselheira do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas.


Um mês depois, a deputada federal Rejane Dias, mulher do ministro do Desenvolvimento Social Wellington Dias (PT), seguiu o mesmo caminho e foi indicada pela Assembleia Legislativa para uma cadeira no Tribunal de Contas do Estado do Piauí.


O ministro da Integração Nacional, Waldez Góes, é outro nome do governo Lula que tem a esposa em um Tribunal de Contas.


A indicação da então primeira-dama Marília Góes para o cargo aconteceu em fevereiro de 2022, quando Waldez ainda era governador do Amapá.



Comments


NOS ACOMPANHE E NOS SIGA NAS REDES SOCIAIS

  • Instagram
  • Facebook
  • X
  • TikTok
  • Youtube
  • Soundcloud
  • Whatsapp
  • Telegram

Role para baixo e veja mais notícias

Todos os temas tratados neste veículo de comunicação, mesmo conteúdos que expressam opinião, são obedientes ao critério jornalístico relacionado a fatos e acontecimentos, dentro do direito à liberdade de expressão, assegurado na Constituição Federal do Brasil, sem qualquer intenção ou motivação pessoal de agredir pessoa alguma, tão somente expressar de forma legítima o DIREITO de opinar sobre fatos verídicos e acontecimentos reais, no amplo exercício de um jornalismo livre e plural.

 

Antonio Marcos Nunes dos Santos

Jornalista - Registro 0006829/BA  

00_edited.jpg
IMG_6502.gif
PC CA.png
bottom of page