BANNER-INTERNET-728-x-90.gif
Leia Também
  • Antonio Marcos Nunes

Polícia Civil identificou responsável por espalhar áudios falsos divulgando falsos alarmas de facção

23ª COORPIN/EUNÁPOLIS

EUNÁPOLIS - Polícia Civil identifica e conduz empresário que vinha produzindo e divulgando falsos alarmas em grupos de aplicativos de mensagens.


Na manhã desta quarta-feira (24), a Polícia Civil de Eunápolis conduziu um homem de 50 anos de idade, dono de uma oficina de lanternagem e pintura, que vinha produzindo e divulgando falsos alarmas, mediante envio de áudios e imagens de três homens que foram mortos em outro município do Estado.


Em áudios enviados ontem, que circularam diversos grupos de WhatsApp em Eunápolis e região, o referido empresário dizia para as pessoas não saírem de casa, citando uma série de bairros, anunciando falso ataque a tiros e informando que outros eventos da mesma natureza ocorreriam na cidade.


As investigações permitiram à Polícia Civil rastrear e chegar ao autor das mensagens, resultando na condução do citado empresário ao Plantão Central de Eunápolis, onde ele será autuado pela prática da contravenção penal, prevista no Art. 41 do Decreto Lei nº 3.688/41, que prevê prisão simples de quinze a seis meses e multa para quem “Provocar alarma, anunciando desastre ou perigo inexistente, ou praticar qualquer ato capaz de produzir pânico ou tumulto.”


FONTE: 23ª COORPIN/Eunápolis