top of page
  • Foto do escritorAntonio Marcos Nunes

Política| É hora de tirar a lona e desmontar o circo

Atualizado: 10 de abr. de 2023


Desde o início de 2021, a gestão administrativa eunapolitana vem vivendo dias de circo, com um espetáculo atrás do outro. Mas, pelo que tudo indica o picadeiro está com os dias contados, afinal, palhaçada o tempo todo ninguém aguenta, nééé! Enfim, lá atrás já se previa que uma hora ou outra a lona seria tirada e desmontado o circo, isso era notório. A primeira invencionice foi uma secretaria desnecessária e só serviu para massagear o ego de alguém, uma tal Casa Civil; tinha gente pensado que era Governo do Estado, Governo Federal, ar de grandeza mesmo, ai, enche a governança de um festival de meninices, coisa de meninos na política...


Como água de cacimba, tudo, absolutamente tudo tem que sair de lá da espalhafatosa Casa Civil, onde só um apito apita e, todo e qualquer outro apito é surdo, Fato!


Ah! sim...


O circo; pois bem o circo tem a lona furada, arquibancada caindo e o povo corre dele, querem distância desse espetáculo dos horrores; as más línguas estão até falando que os meninos que vivem a bajular o dono do circo e que pensavam que eram crescidos e entendiam como é feito o espetáculo, já estão murchos igual "palhaço triste". Pois bem, o dono do circo, Este, apagou a estrela do espetáculo, furou a lona e derrubou a arquibancada, agora só lhe resta assistir a piada pronta, afinal: "É hora de tirar a lona e desmontar o circo"


Para finalizar... lá, isso lá. não tem jeito; lá a coisa é 14 vezes séria, opa! Já são 14, VIXE!

Comments


NOS ACOMPANHE E NOS SIGA NAS REDES SOCIAIS

  • Instagram
  • Facebook
  • X
  • TikTok
  • Youtube
  • Soundcloud
  • Whatsapp
  • Telegram

Role para baixo e veja mais notícias

Todos os temas tratados neste veículo de comunicação, mesmo conteúdos que expressam opinião, são obedientes ao critério jornalístico relacionado a fatos e acontecimentos, dentro do direito à liberdade de expressão, assegurado na Constituição Federal do Brasil, sem qualquer intenção ou motivação pessoal de agredir pessoa alguma, tão somente expressar de forma legítima o DIREITO de opinar sobre fatos verídicos e acontecimentos reais, no amplo exercício de um jornalismo livre e plural.

 

Antonio Marcos Nunes dos Santos

Jornalista - Registro 0006829/BA  

00_edited.jpg
728x180-min.gif
PC CA.png
bottom of page