BANNER-INTERNET-728-x-90.gif
Leia Também
  • Antonio Marcos Nunes

Preço do material escolar pesou no orçamento das famílias no retorno às aulas


Preços assustaram no início do ano letivo

Após dois anos sem aulas presenciais, em razão da pandemia de covid-19, alunos da rede pública municipal de ensino em Eunápolis retornaram às salas de aula no início do mês de fevereiro, adotando o sistema híbrido, em que parte das turma assistem aulas presenciais, enquanto a outra metade dos alunos acompanham as aulas em casa com material didático de suporte, com revezamento das turmas a cada semana.


Mas, o choque dos pais e responsáveis se deu na hora da compra do material escolar, em que os preços assustaram, comprometendo a renda das famílias no início do mês. Cadernos de 20 material com 400 folhas, chegando a cifra de até 70 Reais a unidade, além de todo material está com preços absurdos, num país onde a educação vive na bancarrota.

Pais reclamaram dos preços do material escolar em Eunápolis

A mãe, A. S. S. J. falou com a reportagem do portal CDN24horas que ela tem quatro filhos em idade escolar, sendo que um cursa o ensino superior; segundo ela, foram gastos 1.860,00 (Um Mil Oitocentos e Sessenta Reais) na compra de material escolar para os quatro filhos.


Um comerciante ouvido por nossa reportagem, pontuou que conseguiu equilibrar os preços em sua loja, graças a material que tinha em estoque, segurando assim uma alta que poderia ser maior.

Alta dos preços não foi maior por conta de estoque que ainda tinha em sua loja, disse comerciante