top of page

NOS ACOMPANHE E NOS SIGA NAS REDES SOCIAIS

  • Instagram
  • Facebook
  • X
  • TikTok
  • Youtube
  • Soundcloud
  • Whatsapp
  • Telegram
  • Foto do escritorRedação

Prefeita Cordélia Torres tenta intimidar vereador com demissão de servidores comissionados


A prefeita de Eunápolis, Cordélia Torres (UB), em seu último ano de mandato, continua agindo com o rancor do início e perseguindo todos que não seguem a sua cartilha administrativa. Desta vez, uma lista de servidores comissionados demitidos atinge os cargos de simpatizantes do grupo político do presidente da Câmara de Vereadores, Jorge Maécio (PP).

Motivo, ao apagar das luzes de 2023 a gestora tentou emplacar, sem sucesso, um projeto que criaria mais impostos para o contribuinte eunapolitano, e, apesar de ser impedida pela própria Lei Orgânica do Município, já que o projeto foi rejeitado em plenário e não poderia retornar no mesmo ano, ela resolveu “punir” o presidente da Câmara, exonerando todos os trabalhadores associados politicamente ao parlamentar e que ocupavam alguns cargos comissionados na administração pública, justamente pelo bom trabalho que já desempenharam em outras administrações nas quais estavam lotados.

As demissões foram publicadas no Diário Oficial desta segunda-feira, dia 15 de janeiro. Todas essas pessoas eram servidores comissionados da base governista e que em 2020 aderiram à campanha de Cordélia Torres à prefeitura de Eunápolis, contribuindo efetivamente com a sua eleição. Ou seja, ao tentar atingir o vereador, a prefeita de Eunápolis deu um tiro no pé, porque demonstrou, para o público, como atua em sua sanha rancorosa, aferindo na própria carne. Como a Medeia, da mitologia, Cordélia mata os “filhos” para atingir “o pai das crianças”.

Para os amigos da gestora, ela teria dito que “Maécio dificultava seus interesses”. Curioso é que, setores da imprensa criticam o presidente, taxando-o de aliado da prefeita. Contudo, o vereador Jorge Maécio lembra que ao longo de quase seis anos como presidente da Poder Legislativo sempre procurou agir de forma institucional, “trabalhando para o bem da cidade”.

Quanto à eleição de 2020, ele lembra que ele e a prefeita tiveram uma história comum, durante o processo eleitoral, concorrendo na mesma coligação partidária. “Mas agora ela demonstrou desprezo e indiferença por aqueles que confiaram e caminharam ao lado dela. Desempregar pais e mães de família é uma atitude lamentável da gestora”. E Continuou:

- Entendo que a prefeita pode demitir quem ela quiser. Alinhavou. Legalmente, eu não tenho reserva de vagas entre os comissionados. Somente demonstrei simpatia, como no passado, à contratação de alguns profissionais competentes, capazes de dar continuidade ao bom trabalho que já vinham fazendo em administrações passadas. Quando ela os nomeou, o compromisso desses servidores passou a ser com a gestão e não com o vereador.

Na quarta-feira, dia 17 de janeiro, um dia depois da divulgação da lista de demissões, os servidores demitidos foram até o Gabinete do Vereador Jorge Maécio, na Câmara de Eunápolis, hipotecar apoio e receberam a solidariedade do parlamentar que prometeu continuar atuando para manter o grupo unido em defesa dos interesses de Eunápolis.

“A tentativa de intimidação da prefeita pode servir de instrumento para nos fortalecer ainda mais porque desejamos que o vereador Jorge continue fazendo seu trabalho que é fiscalizar o Executivo”, disseram os ex-comissionados atingidos pela tentativa da gestora de frear as ações do parlamentar no exercício do seu mandato.

Comments


Role para baixo e veja mais notícias

Todos os temas tratados neste veículo de comunicação, mesmo conteúdos que expressam opinião, são obedientes ao critério jornalístico relacionado a fatos e acontecimentos, dentro do direito à liberdade de expressão, assegurado na Constituição Federal do Brasil, sem qualquer intenção ou motivação pessoal de agredir pessoa alguma, tão somente expressar de forma legítima o DIREITO de opinar sobre fatos verídicos e acontecimentos reais, no amplo exercício de um jornalismo livre e plural.

 

Antonio Marcos Nunes dos Santos

Jornalista - Registro 0006829/BA  

00_edited.jpg
PC CA.png
bottom of page