top of page
  • Foto do escritorRedação

Prefeito de Jequié e deputado se estranham em palanque durante visita do governador


pessoas em palanque

Um vídeo que está circulando nas redes sociais e nos principais jornais da Bahia mostra um entrevero no palanque do Governador Jerônimo Rodrigues na cidade de Jequié na sexta-feira (06), envolvendo o deputado Federal do PSD, Antonio Brito e o prefeito da cidade, Zé Cocá, do Progressistas.


Brito (PSD) aparece visivelmente alterado no momento da entrega da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia pelo governador Jerônimo Rodrigues em Jequié.


No palanque oficial do evento, além do chefe do executivo estadual estavam autoridades políticas, como o deputado federal Paulo Magalhães, os deputados estaduais Patrick Lopes, Olívia Santana, Euclides Fernandes, Hassan Iossef e o prefeito da cidade sol, Zé Cocá, acompanhado da primeira-dama, Patrícia Santana, além de dezenas de prefeitos e prefeitas.


No vídeo é possível notar as expressões do prefeito de Jequié e da primeira-dama inquietos e surpresos com a atitude de Brito.



A situação ocorreu depois que o prefeito Zé Cocá teria pedido ao deputado Antonio Brito para interver junto a seus apoiadores que o chama de traidor, por Cocá não ter ficado na base do PT durante as eleições de 2022, quando decidiu apoiar ACM Neto. Brito teria se irritada e dito que as ações das pessoas não era sua orquestração. O desentendimento entre os dois estaria ocorrendo desde antes da formação do palanque, quando apoiadores de Brito já chamavam Cocá de traidor.




Comentarios


NOS ACOMPANHE E NOS SIGA NAS REDES SOCIAIS

  • Instagram
  • Facebook
  • X
  • TikTok
  • Youtube
  • Soundcloud
  • Whatsapp
  • Telegram

Role para baixo e veja mais notícias

Todos os temas tratados neste veículo de comunicação, mesmo conteúdos que expressam opinião, são obedientes ao critério jornalístico relacionado a fatos e acontecimentos, dentro do direito à liberdade de expressão, assegurado na Constituição Federal do Brasil, sem qualquer intenção ou motivação pessoal de agredir pessoa alguma, tão somente expressar de forma legítima o DIREITO de opinar sobre fatos verídicos e acontecimentos reais, no amplo exercício de um jornalismo livre e plural.

 

Antonio Marcos Nunes dos Santos

Jornalista - Registro 0006829/BA  

00_edited.jpg
728x180-min.gif
PC CA.png
bottom of page