top of page
  • Foto do escritorRedação

Saindo pela tangente| Prefeitura responsabiliza Justiça Federal pelo cancelamento do Pedrão

Prefeitura alega que o tradicional Pedrão não poderá ser realizado em 2023 em decorrência de Decisão Judicial proibindo evento em local onde a festa é realizada, na BR 367.

Após um COMUNICADO publicado pela prefeitura de Eunápolis, informando que a tradicional festa junina, Pedrão - edição 2023, havia sido cancelada, a gestão virou alvo de críticas, sob alegação de falta de planejamento, algo corriqueiro no atual governo.


Responsabilizando o Poder Judiciário Federal pelo cancelamento, em face da realização do evento ser em uma rodovia federal, e a Justiça ter proibido esse tipo de evento em BR's, neste caso a BR 367, a gestão sem ter feito qualquer planejamento prévio, diante da determinação judicial, em prover outro local, viu-se diante da única opção, cancelar a edição 2023 do Pedrão.


PREJUÍZO PARA A ECONOMIA

Como o próprio comunicado informa, cerca de 50 Milhões de reais deixarão de circular na economia eunapolitana, além de 5 mil empregos temporários não serão gerados. A decisão da prefeitura, que vem naufragando dia após dia numa gestão pífia, sem planejamento e sem horizontes, mais uma vez diz a que veio.


IMBRÓGLIO JUDICIAL

Em 2019, na gestão do ex-prefeito, Robério Oliveira, foram gastos algo em torno de 2,5 Milhões de Reais na festa, já em 2022, mesmo com decreto de emergência, na ocasião pelas chuvas torrenciais que haviam atingido a cidade no final de 2021 e início de 2022, a atual gestão fez um gastança em torno de quase 7 Milhões de Reais; a disparidade na realidade dos preços gerou uma Ação no TJ-BA, em que a prefeita responde.

INCOMPETÊNCIA ADMINISTRATIVA

A gestão municipal, ao mostrar sua incompetência administrativa, quis implicar em sua decisão a Justiça Federal, sendo que se houvesse um governo que planejasse suas ações, não frustaria o comércio e toda uma cadeia da economia que irá amargar um prejuízo sem precedentes.


O QUE PODE ESTÁ POR TRÁS DA DECISÃO

Medo. A gestão quis sair da sua trapalhada ao estilo 'a francesa', no entanto, não deu muito certo, isso gerou mais um barulho no barulhento governo de Eunápolis, talvez a explicação mais lógica, seja o medo, afinal, cada centavo não passará despercebido; cada gole d'água não deixará de ser visto. Afinal, quem tem rabo de palha corre de fogueira... E, isso é festa junina.


תגובות


NOS ACOMPANHE E NOS SIGA NAS REDES SOCIAIS

  • Instagram
  • Facebook
  • X
  • TikTok
  • Youtube
  • Soundcloud
  • Whatsapp
  • Telegram

Role para baixo e veja mais notícias

Todos os temas tratados neste veículo de comunicação, mesmo conteúdos que expressam opinião, são obedientes ao critério jornalístico relacionado a fatos e acontecimentos, dentro do direito à liberdade de expressão, assegurado na Constituição Federal do Brasil, sem qualquer intenção ou motivação pessoal de agredir pessoa alguma, tão somente expressar de forma legítima o DIREITO de opinar sobre fatos verídicos e acontecimentos reais, no amplo exercício de um jornalismo livre e plural.

 

Antonio Marcos Nunes dos Santos

Jornalista - Registro 0006829/BA  

00_edited.jpg
728x180-min.gif
PC CA.png
bottom of page