top of page
  • Foto do escritorRedação

Morte de Hyara| Clima de tensão toma conta de Guaratinga por medo de confronto armado entre ciganos

Áudios ameaçadores deixam população temerosa com desfecho da situação

Foto - redes sociais

Desde que a adolescente de origem cigana de 14 anos foi morta com um tiro disparado na altura do queixo, a família da vítima iniciou uma caçada ao principal suspeito do crime: o marido de Hyara Flor dos Santos Alves. O também adolescente de 14 anos é apontado pela Polícia Civil como o suspeito do feminicídio que aconteceu nesta quinta-feira (6), em Guaratinga, no sul da Bahia.

Áudios que teriam sido gravados pelo pai de Hyara passaram a circular em grupos de troca de mensagens e revelam o quanto o homem está inconformado com o crime. Ele faz ameaças aos familiares do suspeito e exige que o adolescente seja entregue para que também morra. O marido da cigana e o pai dele fugiram logo após o crime, assim como um outro homem que os acompanhou na fuga — a polícia não informou o grau de parentesco da terceira pessoa com pai e filho.


A Polícia Militar confirmou que foi informada que o suspeito fugiu na companhia do pai e de uma terceira pessoa em direção a uma estrada que dá acesso à cidade de Itamaraju, também no sul da Bahia, e ao estado de Minas Gerais. A corporação disse ainda que o policiamento está reforçado na região e que as autoridades mineiras foram informadas sobre a fuga. A vítima e o suspeito haviam se casado há menos de dois meses.


Leia as transcrições dos áudios

“Eu estou avisando para você ficar preparado porque se até amanhã você não me der o A. [nome do adolescente] para eu matar ele, vocês se preparem porque também vou mandar matar vocês. Estou avisando a vocês, a amizade de vocês eu não quero mais. O Amorim [pai do suspeito] colocou o filho dentro do carro dele e fugiu [...] Por que ele matou a minha filha? O que minha filha fez com ele? Por que ele não entregou a minha filha?


“Atirou na cabeça da minha filha. Por que ele fez isso com a minha filha? Eu quero que o Amorim me entregue o A. porque vocês não terão mais paz, irmão. A vida de vocês acabou.”


Por - bnews/cdn24horas

Comments


NOS ACOMPANHE E NOS SIGA NAS REDES SOCIAIS

  • Instagram
  • Facebook
  • X
  • TikTok
  • Youtube
  • Soundcloud
  • Whatsapp
  • Telegram

Role para baixo e veja mais notícias

Todos os temas tratados neste veículo de comunicação, mesmo conteúdos que expressam opinião, são obedientes ao critério jornalístico relacionado a fatos e acontecimentos, dentro do direito à liberdade de expressão, assegurado na Constituição Federal do Brasil, sem qualquer intenção ou motivação pessoal de agredir pessoa alguma, tão somente expressar de forma legítima o DIREITO de opinar sobre fatos verídicos e acontecimentos reais, no amplo exercício de um jornalismo livre e plural.

 

Antonio Marcos Nunes dos Santos

Jornalista - Registro 0006829/BA  

00_edited.jpg
728x180-min.gif
PC CA.png
bottom of page