top of page
  • Foto do escritorAntonio Marcos Nunes

Sessão pastelão da câmara de Belmonte constrange convidados

O presidente do legislativo belmontense, vereador Luluca da Ambulância, conseguiu se superar à frente do legislativo municipal, em uma sessão ao estilo pastelão, onde ninguém entendeu o que o edil quis fazer, colocando numa única noite duas sessões da casa; uma para a votação da LOA (Lei Orçamentária Anual), e ao mesmo tempo, imediatamente em seguida, uma sessão solene de final de ano com entrega de títulos de cidadania e moção de aplausos a pessoas e entidades ilustres da cidade; o ambiente que deveria ser de harmonia e festa, tornou-se inflamado diante da pauta polêmica da LOA, que a base governista defende os 100% para o prefeito Bebeto Gama remanejar como bem lhe convier.


Um dos momentos nervosos da sessão foi quando o vereador Rogério Bahia de forma jocosa e desrespeitosa com seus pares usou de artifícios particulares para atacar os edis que pensam diferente sobre a LOA, e o pior, com a conivência do presidente que deveria em nome da função que ocupa ser imparcial, mas a dupla, Rogério Bahia e Luluca vivem ao estilo Batman e Robin, não se desgrudam por nada, nem nos momentos onde a função pública deveria falar mais alto; além de serem da "liga da injustiça" onde o prefeito Bebeto Gama é o superman deles.


Tumultuada e fora da curva, a câmara que tem na sua maioria fiéis aliados de Bebeto Gama e fazem o jogo do "faz-de-contas" e fingem não verem o desgoverno que impera no município, longe do ambiente político e republicano que seria o ideal para recepcionar os convidados para uma solenidade de entrega de títulos de cidadania, agravado pelo evidente despreparo de um presidente que ainda não entendeu o papel de legislar e sobretudo de exercer o papel vital da presidência da casa de leis de um município. Isso é lastimável!


Assista na íntegra e tire suas conclusões:


Comments


NOS ACOMPANHE E NOS SIGA NAS REDES SOCIAIS

  • Instagram
  • Facebook
  • X
  • TikTok
  • Youtube
  • Soundcloud
  • Whatsapp
  • Telegram

Role para baixo e veja mais notícias

Todos os temas tratados neste veículo de comunicação, mesmo conteúdos que expressam opinião, são obedientes ao critério jornalístico relacionado a fatos e acontecimentos, dentro do direito à liberdade de expressão, assegurado na Constituição Federal do Brasil, sem qualquer intenção ou motivação pessoal de agredir pessoa alguma, tão somente expressar de forma legítima o DIREITO de opinar sobre fatos verídicos e acontecimentos reais, no amplo exercício de um jornalismo livre e plural.

 

Antonio Marcos Nunes dos Santos

Jornalista - Registro 0006829/BA  

00_edited.jpg
728x180-min.gif
PC CA.png
bottom of page