top of page

NOS ACOMPANHE E NOS SIGA NAS REDES SOCIAIS

  • Instagram
  • Facebook
  • X
  • TikTok
  • Youtube
  • Soundcloud
  • Whatsapp
  • Telegram
  • Foto do escritorRedação

Teor da defesa de Cordélia pode ser rasa diante das denúncias, e afastamento é dado como certo


Depois de várias tentativas de citação, enfim, a prefeita de Eunápolis, Cordélia Torres de Almeida (UB) apresentou a peça com sua defesa na câmara de vereadores do município, na manhã de segunda-feira (17). A defesa da alcaide eunapolitana decorre das graves e contundentes acusações feitas por um empresário eunapolitano no processo que corre na Câmara Municipal de Vereadores, em que são apuradas denúncias de desvios de dinheiro público na realização do evento junino, São João se Encontra com Pedrão, nomenclatura adotada pela atual gestão para designar a edição 2022 do tradicional Pedrão.


Especialistas no direito público, vêem a denúncia com fortes indícios da prática do ilícito, e diante dos fatos, é muito pouco provável que a defesa da prefeita tenha mais robustez que a denúncia oferecida na Casa de Leis, além da gestora viver um momento de inferno astral no território político/administrativo, com baixíssima popularidade, renegada ao arcabouço de um enfraquecido e raquítico grupo político, enquanto galopa numa estratosférica rejeição, algo jamais visto na história política da cidade.


Os vereadores não têm outra saída, senão pontuar pela moralidade e a lisura do processo, e, julgar com responsabilidade as acusações, dando uma resposta ao povo de Eunápolis, razão que dá como certo o afastamento da prefeita, seguindo a retorica de que, 'contra fatos não há argumentos'.

1 комментарий


Daniel de Jesus Oficial
Daniel de Jesus Oficial
17 апр. 2023 г.

Boa noite a todos tomara que aconteça.

Лайк

Role para baixo e veja mais notícias

Todos os temas tratados neste veículo de comunicação, mesmo conteúdos que expressam opinião, são obedientes ao critério jornalístico relacionado a fatos e acontecimentos, dentro do direito à liberdade de expressão, assegurado na Constituição Federal do Brasil, sem qualquer intenção ou motivação pessoal de agredir pessoa alguma, tão somente expressar de forma legítima o DIREITO de opinar sobre fatos verídicos e acontecimentos reais, no amplo exercício de um jornalismo livre e plural.

 

Antonio Marcos Nunes dos Santos

Jornalista - Registro 0006829/BA  

00_edited.jpg
PC CA.png
bottom of page