Leia Também
  • cdn24horas

Vice-prefeito Flavielle de Sá rompe definitivamente com Bebeto Gama e pede exoneração de secretaria


Foto de campanha mostra Bebeto Gama com sorriso largo ao lado daquele que lhe ajudou ser eleito.

Eleito vice-prefeito de Belmonte em 2020, na chapa com Bebeto Gama (PP), Flavielle de Sá (REPUBLICANOS) é um dos responsáveis pela vitória do grupo RENOVAÇÃO no município, senão a principal peça para que o atual prefeito tivesse chances reais de ser eleito.


Bebeto que entrou no grupo já no apagar das luzes, apareceu no cenário depois de uma suposta pesquisa feita na cidade que dava o nome dele como favorito, com pequena margem sobre o do vice, dentro da renovação, mas para isso precisava do apoio da maior liderança do interior, Flavielle, que foi um dos maiores mentores do projeto político para o executivo municipal daquele ano.


Feito os compromissos e selada as alianças - de boa fé Flavielle aceitou ser o vice na chapa com Bebeto e, ganharam as eleições, mas tudo mudou. Embora a promessa pública feito pelo prefeito eleito de gestão compartilhada, o "poder subiu pra cabeça" e foi capaz de destruir a aliança moral, ética e política, minando todo ideal da renovação, revelando que o projeto havia sido entregue nas mãos da pessoa errada, de um gestor sem preparo e desagregador. De imediato, logo nos primeiros meses, várias lideranças e aliados que construíram a vitória da utopia renovação, foram enxotados pelo prefeito eleito de qualquer projeto para restauração de Belmonte, e, agora, Flavielle, que endossou, emprestou seu nome e credibilidade pede exoneração da função de Secretário do Interior, sob alegações pertinentes de ardilosa perseguição da gestão que ele tanto lutou para existir.


Só lamentamos por Belmonte...

Até quando ditadores falarão mais alto?


Na sua carta de pedido de exoneração do cargo de Secretário do Interior, o vice-prefeito faz suas considerações e mostra seu desalento com a expectativa na atual gestão.