top of page
  • Foto do escritorRedação

Servidores municipais comemoram, aumento do abono de assiduidade de 2,5% para 5%

Por Assessoria de Comunicação/CME – Fotos: Milton Guerreiro


Servidores do Quadro Geral da Prefeitura de Eunápolis acompanharam, no auditório da Câmara de Vereadores, nesta terça-feira, dia 20 de junho, a aprovação, em dois turnos, do Projeto de Lei número 20/2023, de autoria do Poder Executivo, que amplia o percentual de abono de assiduidade dos servidores efetivos de 2,5% para 5% (cinco por cento). Com palmas eles comemoraram a conquista da categoria.

O abono de 5% será calculado sobre o salário-base e pago juntamente com a remuneração do mês de referência. Para isso, o PL que altera o artigo 2º da Lei nº. 1.190, de 30 de maio de 2019, foi aprovado por unanimidade, em duas sessões extraordinárias da Casa de Leis, e agora segue para sanção ou veto do Poder Executivo.

Na justificativa, o texto aponta que “a proposta visa valorizar e incentivar a assiduidade e o comprometimento dos servidores no desempenho de suas funções, além de reconhecer o esforço e a dedicação dos servidores municipais, premiando aqueles que mantêm uma presença regular no trabalho e contribuem de forma consistente para o funcionamento eficiente da administração pública”.

Em tempo: o projeto de Lei 20/2023 não constava na pauta das sessões extraordinárias, realizadas nesta terça-feira, dia 20 de junho. Contudo, após consulta do presidente Jorge Maécio, o plenário, por unanimidade, aprovou a inclusão da matéria que beneficiaria os servidores com ganhos nos seus salários ainda neste mês de junho.

Comentários


NOS ACOMPANHE E NOS SIGA NAS REDES SOCIAIS

  • Instagram
  • Facebook
  • X
  • TikTok
  • Youtube
  • Soundcloud
  • Whatsapp
  • Telegram

Role para baixo e veja mais notícias

Todos os temas tratados neste veículo de comunicação, mesmo conteúdos que expressam opinião, são obedientes ao critério jornalístico relacionado a fatos e acontecimentos, dentro do direito à liberdade de expressão, assegurado na Constituição Federal do Brasil, sem qualquer intenção ou motivação pessoal de agredir pessoa alguma, tão somente expressar de forma legítima o DIREITO de opinar sobre fatos verídicos e acontecimentos reais, no amplo exercício de um jornalismo livre e plural.

 

Antonio Marcos Nunes dos Santos

Jornalista - Registro 0006829/BA  

00_edited.jpg
IMG_6502.gif
PC CA.png
bottom of page