top of page

NOS ACOMPANHE E NOS SIGA NAS REDES SOCIAIS

  • Instagram
  • Facebook
  • X
  • TikTok
  • Youtube
  • Soundcloud
  • Whatsapp
  • Telegram
  • Foto do escritorAntonio Marcos Nunes

Ex-prefeita de Belmonte Alice Brito entre a cruz e a espada


Não faz muito tempo, aliás coisa de 8 anos atrás a ex-prefeita e prima do também ex-prefeito e agora candidato novamente, Iêdo Elias, saía do seu único mandato de gestora, perdendo a eleição para o irmão de Jânio Natal, Janival Borges.


A guerra entre os ex-aliados

Alice havia sido eleita com o apoio do primo, Iêdo, mas após sua posse o caldo entornou e os antes, primos inseparáveis e aliados fiéis, tornaram-se inimigos de guerra, e segundo o falatório geral tudo causado pelo marido de Alice, Edson Brito - naquele momento inimigo de sangue de Iêdo.


A mudança de sobrenome

Mas vamos lá, a coisa foi tão feia que a Alice, que sempre foi conhecida como 'Alice Elias', mudou até de sobrenome, passando a chamar-se 'Alice Brito', adotando o sobrenome do marido e renegando o sobrenome da família de origem.


Antes não prestava agora é o salvador da pátria

Enfim, eis que agora estamos aqui, diante de um novo cenário; quem diria, o Edson que queria ver o cão chupando manga a ver Iêdo enquanto a esposa Alice era a prefeita e mandava em tudo, agora do nada tornou-se o brother número UM do desafeto e aliado de primeira hora, um verdadeiro iedista de carteirinha, e, dizem as más línguas que o cabra está apertando por todos os lados a sua esposa, Alice, para marchar com o primo nessa eleição; vai entender um guizado desses...

Ou seja, o primo, gente do mesmo sangue, que colocou a prima no poder foi considerado inimigo número UM dela, do esposo e seu grupo enquanto estavam com a máquina na mão, mas, agora como um milagre, eis que o ex-prefeito e primo virou o salvador da pátria.


Sem querer me delongar muito, vou encurta a conversa; "Alice está entre a cruz e a espada!"

Comments


Role para baixo e veja mais notícias

Todos os temas tratados neste veículo de comunicação, mesmo conteúdos que expressam opinião, são obedientes ao critério jornalístico relacionado a fatos e acontecimentos, dentro do direito à liberdade de expressão, assegurado na Constituição Federal do Brasil, sem qualquer intenção ou motivação pessoal de agredir pessoa alguma, tão somente expressar de forma legítima o DIREITO de opinar sobre fatos verídicos e acontecimentos reais, no amplo exercício de um jornalismo livre e plural.

 

Antonio Marcos Nunes dos Santos

Jornalista - Registro 0006829/BA  

00_edited.jpg
PC CA.png
bottom of page