top of page
CDN 24H 300X250.png
  • Foto do escritorRedação

Morte de adolescente cigana em Guaratinga preocupa moradores

A adolescente estava casada a menos de dois meses

Uma adolescente, de apenas 14 anos casada com outro menor também de 14 anos, ambos ciganos, perdeu a vida após ser atingida por um projétil na tarde de quinta-feira, dia 06 de julho, no município baiano de Guaratinga, no Extremo Sul do Estado. A menor, Hyara Flor Santos Alves, foi atingida por um tiro de arma de fogo, abaixo do queixo, e mesmo sendo atendida no hospital da cidade, não resistiu ao ferimento e veio a óbito.


À polícia, parentes do menor casado com Hyara, disse que o tiro foi acidental, enquanto, a vítima ao realizar limpeza na arma houve o disparo fatal; ocorre que o pai do marido da vítima, o próprio menor casado com Hyara e outro cigano se evadiram da cidade com destino ignorado. Forças policiais da Bahia e Minas Gerais estão realizando buscas, em razão do município de Guaratinga fazer fronteira com o estado mineiro, no encalce dos evadidos na tentativa de captura-los para elucidação dos fatos que teve o desfecho com a trágica morte da adolescente cigana.


É comum casamento de adolescentes na cultura cigana. Nada pode ser afirmado, mas há indícios de feminicídio, diante das circunstâncias. O casal havia se casado a menos de dois meses.


Moradores da cidade ouvidos pelo cdn24horas, disseram está preocupados com o desfecho do caso e temem por um conflito entre ciganos no município.

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube

Nos siga nas redes sociais.
Curta, comente e compartilhe!

Role para baixo e veja abaixo mais notícias

Todos os temas tratados neste veículo de comunicação, mesmo conteúdos que expressam opinião, são obedientes ao critério jornalístico relacionado a fatos e acontecimentos, dentro do direito à liberdade de expressão, assegurado na Constituição Federal do Brasil, sem qualquer intenção ou motivação pessoal de agredir pessoa alguma, tão somente expressar de forma legítima o DIREITO de opinar sobre fatos verídicos e acontecimentos reais, no amplo exercício de um jornalismo livre e plural.

 

Antonio Marcos Nunes dos Santos

Jornalista - Registro 0006829/BA  

00.JPG
728x90-min.gif
Veja Também
PC CA.png
bottom of page