top of page
  • Foto do escritorRedação

A prova do ENEM| Saiba tudo aqui


caneta  na mão de uma aluna
Provas acontecem neste domingo (5) e no próximo (12); portões serão abertos às 12h e fechados às 13h

Mais de 324 mil pessoas se inscreveram para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na Bahia. O número representa 8,2% das mais de 3,9 milhões em todo o Brasil. O Ministério da Educação (MEC), por meio do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), aplicará as provas nos dias 5 e 12 de novembro, em 162 municípios baianos. No estado, são 857 locais de prova e 11.010 salas de aplicação. Em Salvador, 69.521 pessoas se inscreveram para o Enem, o que representa 21% dos candidatos de todo o estado. Já em Feira de Santana, foram 18.902 inscritos.


Entre os candidatos que farão o Enem na Bahia, as mulheres são maioria — equivalem a 65% (210.932) das inscrições, enquanto homens representam 35% (113.351). Ao todo, 186.746 (57,6%) já concluíram o ensino médio. Os concluintes deste ano de 2023 são 86.922 (26,8%). Entre os inscritos, 48.805 (15%) são estudantes do 1º ou 2º ano, que vão fazer o Enem com o objetivo de testar conhecimentos. Outros 1.810 (0,6%) também são treineiros, tendo em vista que não cursam nem concluíram o ensino médio.


Dos participantes, 73,5% (238.290) ficaram isentos da taxa de inscrição e 26,5% (85.993) a pagaram. A participação gratuita no Enem é prevista para pessoas que se enquadram em, pelo menos, um dos seguintes perfis: matriculados na 3ª série do ensino médio (neste ano de 2023), em escola da rede pública declarada ao Censo Escolar; quem fez todo o ensino médio em escola pública ou como bolsista integral em escola privada; pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica por serem membros de família de baixa renda – com registro no Cadastro Único para programas sociais do governo federal (CadÚnico).



No primeiro dia do exame, serão aplicadas as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e ciências humanas e suas tecnologias. A aplicação terá 5 horas e 30 minutos de duração, contadas a partir da autorização do aplicador para o início das provas. O participante somente deverá responder às questões da prova de língua estrangeira (inglês ou espanhol) escolhida na inscrição. No segundo dia do exame, serão aplicadas as provas de ciências da natureza e suas tecnologias, e matemática e suas tecnologias. A aplicação terá 5 horas de duração, contadas a partir da autorização do aplicador para o início das provas.

É recomendado que o participante leve o Cartão de Confirmação de Inscrição nos dois dias de aplicação do exame. Nos dias de realização do exame, os portões de acesso aos locais de provas serão abertos às 12h e fechados às 13h (horário de Brasília). O acesso à sala de provas será permitido com a apresentação de documento de identificação com foto válido e dentro do horário estabelecido.


A aplicação das provas terá início às 13h30 e término às 19h, no primeiro dia, e às 18h30, no segundo dia. A ida ao banheiro antes das 13h (horário de Brasília), após procedimentos de identificação realizados na sala de provas, requer nova identificação do participante para retorno à sala de provas.


A realização de uma edição do Enem conta com quase meio milhão de pessoas, envolvidas em uma logística de monitoramento e segurança. O gabarito está previsto para ser divulgado no dia 24 de novembro, já o resultado do Enem deve ser divulgado no dia 16 de janeiro de 2024.


Como é a prova do Enem:

4 provas objetivas

180 questões

45 questões em cada área do conhecimento

1 redação com 7 linhas no mínimo e 30 linhas no máximo


Áreas do conhecimento avaliadas

• Linguagens, códigos e suas tecnologias

• Ciências humanas e suas tecnologias

• Ciências da natureza e suas tecnologias

• Matemática e suas tecnologias


Correio24horas.com.br



Comments


NOS ACOMPANHE E NOS SIGA NAS REDES SOCIAIS

  • Instagram
  • Facebook
  • X
  • TikTok
  • Youtube
  • Soundcloud
  • Whatsapp
  • Telegram

Role para baixo e veja mais notícias

Todos os temas tratados neste veículo de comunicação, mesmo conteúdos que expressam opinião, são obedientes ao critério jornalístico relacionado a fatos e acontecimentos, dentro do direito à liberdade de expressão, assegurado na Constituição Federal do Brasil, sem qualquer intenção ou motivação pessoal de agredir pessoa alguma, tão somente expressar de forma legítima o DIREITO de opinar sobre fatos verídicos e acontecimentos reais, no amplo exercício de um jornalismo livre e plural.

 

Antonio Marcos Nunes dos Santos

Jornalista - Registro 0006829/BA  

00_edited.jpg
728x180-min.gif
PC CA.png
bottom of page