top of page
  • Foto do escritorRedação

Processo da FUNAI contra Zeca Pataxó envolve devolução de valores recebidos indevidamente


homem andando
Cacique tem que devolver recursos ao erário público

O cacique Zeca Pataxó, foi executado judicialmente pela FUNAI e tem que devolver recursos ao erário público recebidos quando exerceu o cargo de Coordenador Geral da Funai durante o primeiro governo do presidente Lula (2002-2010), à época do Ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Valdir Pires, órgão de controle interno do Poder Executivo Federal responsável pela defesa do patrimônio público, combate à corrupção e incremento da transparência na gestão, que apurou o desvio. O processo que envolve o cacique Zeca Pataxó de Cabrália é de Execução Fiscal Federal em que a Funai quer a devolução de valor recebido indevidamente.


José Valério Silva Matos, conhecido como Zeca Pataxó, é um dos nomes que circula no município de Santa Cruz Cabrália como postulante à corrida eleitoral rumo ao executivo municipal em 2024. O processo não é recente em que Zeca Pataxó tornou-se réu, sendo inclusive impedido de concorrer eleições.

Commenti


NOS ACOMPANHE E NOS SIGA NAS REDES SOCIAIS

  • Instagram
  • Facebook
  • X
  • TikTok
  • Youtube
  • Soundcloud
  • Whatsapp
  • Telegram

Role para baixo e veja mais notícias

Todos os temas tratados neste veículo de comunicação, mesmo conteúdos que expressam opinião, são obedientes ao critério jornalístico relacionado a fatos e acontecimentos, dentro do direito à liberdade de expressão, assegurado na Constituição Federal do Brasil, sem qualquer intenção ou motivação pessoal de agredir pessoa alguma, tão somente expressar de forma legítima o DIREITO de opinar sobre fatos verídicos e acontecimentos reais, no amplo exercício de um jornalismo livre e plural.

 

Antonio Marcos Nunes dos Santos

Jornalista - Registro 0006829/BA  

00_edited.jpg
IMG_6502.gif
PC CA.png
bottom of page