top of page
20210406_102042.jpg
728x90-min.gif
CDN 24H 300X250.png
PC CA.png

Uma menina de 5 anos morreu na manhã desta terça-feira (27) depois de cair de um ônibus que fazia transporte escolar na cidade de Ipirá, no centro norte baiano. O veículo transportava estudantes de volta para casa na região do Povoado Rosário, zona rural do município.

Segundo informações preliminares, a porta do veículo se abriu em movimento e a menina caiu. Yasmin chegou a ser socorrida para um hospital da região, mas não resistiu.

A Prefeitura de Ipirá informou que a documentação do carro e do motorista estão regulares. "A Secretaria de Educação está em contato com toda família de Yasmin dos Santos, prestando solidariedade e apoio psicológico, assim como todas as necessidades que a família necessita a partir desse momento", diz nota.

O município decretou luto oficial nesta quarta-feira (28) e suspendeu as aulas na rede municipal de ensino. As aulas retornarão na quinta-feira (29) em todas as unidades escolares.


Por correio24horas


O município de Santa Cruz Cabrália tem sido alvo de críticas da população por ofertar ônibus em péssimo estado para os alunos (veja aqui)


Na manhã desta terça-feira (27), o Departamento de Polícia Técnica da Bahia (DPT-BA) recebeu um significativo reforço em sua frota com a entrega de 21 novos veículos do tipo rabecão. A entrega foi realizada pelo governador em exercício Geraldo Júnior e outras autoridades, na sede do órgão, em Salvador.


Através de uma solicitação do mandato da deputada estadual Cláudia Oliveira, Porto Seguro e Eunápolis receberam um veículo para oferecer melhores condições de trabalho aos agentes que atuam na unidade do Instituto Médico Legal (IML) e para atender as demandas da região.

A deputada ressaltou que a solicitação dos veículos sempre foi uma pauta prioritária em suas reuniões nos órgãos de segurança pública, demonstrando seu compromisso com o bem-estar dos profissionais envolvidos e com a qualidade dos serviços prestados à comunidade.

“Antes tínhamos apenas um veículo disponível para cada cidade e, através do nosso trabalho em conjunto com o Governo do Estado, hoje recebemos mais dois para atender as demandas com mais celeridade e eficiência na nossa região” destacou a deputada.

De acordo com Geraldo Júnior, o DPT-BA ganhará, ao todo, 40 novos veículos, por meio de um contrato de locação de 30 meses. A primeira entrega totaliza um investimento superior a R$5,5 milhões, de um total de mais de R$10,4 milhões. A nova frota vai fortalecer e dar mais agilidade ao atendimento de cidades do interior e da capital.

“São sete macrorregiões atendidas hoje. É a continuidade dos investimentos na segurança pública do estado da Bahia. Nós mostramos aqui a redução dos índices de criminalidade. Essa era uma das grandes demandas em Salvador e no interior do estado. Com a entrega desses equipamentos, nós vamos contribuir com o trabalho dos profissionais da segurança pública”, afirmou Geraldo Júnior.


As novas viaturas são do tipo caminhonete, cabine simples, tração 4×4, direção hidráulica, ar-condicionado, com compartimento de baú em alumínio. O contrato de locação prevê manutenção preventiva e corretiva, com reposição de peças. A conclusão da entrega deverá promover uma renovação total da frota nos 32 municípios em que há unidades regionais da Polícia Técnica, bem como em Salvador.




 

A filiação partidária, ou está filiado a um partido político é o primeiro requisito para aqueles que pretendem ser candidatos a prefeito (a) ou vereador (a) no pleito próximo de outubro, sendo que a data final para tanto será 06 de abril.

O Tribunal Superior Eleitoral – TSE, responsável pelo processo eleitoral, controla tais registros partidários e filiações por meio do Sistema FILIA, o qual, no último dia 16/02, ganhou inovações de funcionamento para evitar fraudes e a sua utilização de forma irresponsável por parte de alguns dirigentes partidários. Para essa Eleição, a ferramenta fornece aos operadores do sistema uma camada a mais de proteção, com um segundo fator de autenticação por meio do e-Título, outro aplicativo da Justiça Eleitoral disponível ao cidadão.

Os usuários do Filia têm de confirmar o acesso ao sistema pelo e-Título, obrigatoriamente. Para isso, quem opera na ferramenta deve estar com a biometria cadastrada na Justiça Eleitoral. Assim, quando acessar o Filia para inserir dados de um novo filiado, o representante do partido, além de utilizar a senha de acesso, deverá preencher uma informação que será solicitada na tela do sistema e deverá ser confirmada mediante o aplicativo da Justiça Eleitoral.

A autenticação em dois fatores é uma camada extra de proteção utilizada nos sistemas mais modernos atualmente. A alternativa serve à Justiça Eleitoral no aperfeiçoamento dos mecanismos de segurança já existentes, além de tornar cada vez mais protegidos os dados de eleitores filiados a partidos políticos no Brasil. Tudo para se evitar que dirigentes irresponsáveis possam simplesmente passar suas senhas para qualquer operador, trabalhar, inclusive em prejuízo de algum filiado.

A Resolução TSE nº 23.596/2019 dispõe sobre a filiação partidária e o Filia, bem como disciplina o encaminhamento de dados pelos partidos à Justiça Eleitoral. O artigo 11 da norma estabelece que, deferido internamente o pedido de filiação, a legenda, por seus órgãos de direção municipais, regionais ou nacional, deverá inserir os dados do filiado no Filia.

A última versão do Filia, apresentada em novembro de 2023, já contemplou as alterações promovidas pela Lei nº 13.877/2019 e pela Resolução TSE nº 23.668/2021, e é composto por três módulos:

  • Interno - exclusivo da Justiça Eleitoral;

  • Externo – de uso dos partidos para inserção de filiados;

  • Consulta Pública – que permite a emissão e a validação de certidão por qualquer cidadão.


Por Antonio Pitanga Nogueira Neto

bottom of page